Reaproveitando código Grails. Alguma experiência?
21/10/2008 00:00
0
Olá,
uma dúvida me passou pela cabeça: alguém aqui já tentou reaproveitar código feito usando Grails?
Explicando melhor: vamos supor, que você possua um projeto A.
Agora, vamos supor, que você possua um projeto B, e que queria reaproveitar parte do trabalho desenvolvido no projeto A (suas classes de domínio, por exemplo).
Como fazer isto sem ter de copiar arquivos?
Há como transformar minha aplicação em um jar convencional?
Alguém já fez algo semelhante, ou mesmo ouviu falar algo a respeito?
Tags: Grails


0
Você pode fazer plugins das funcionalidades que você quer reutilizar.

[]'s

Rodrigo Auler
21/10/2008 00:00


0
Sim, é uma possibilidade, mas incompleta, pois não é tão fácil reaproveitar as classes das nossas classes de domínio, saca?

Tipo: vamos supor que os meus dados estejam em outro banco de dados. E eu queira usar os dados. Já fica meio complicado.
Não consigo ver ainda direito como reaproveitar o meu código Grails desta maneira.

Na realidade, a situação fica um pouco mais complicada quando quero reaproveitar este código feito em Groovy, usando GORM, em uma aplicação feita em Java. Aí, complica mais ainda.

É este o tipo de reutilização que estou buscando. Alguém aqui já passou por algo similar e possui experiências para compartilhar?


0
Kico no momento estou tentando fazer isso!!! Eu criei um plugin em que o mesmo utiliza outra base de dados, no momento estou tendo problemas de conflito!!! Mais se eu consegui resolver os problemas aqui eu posto ok?! Abraço
22/10/2008 00:00


0
Sabe, na realidade, talvez eu esteja vendo o primeiro problema do Grails: modularidade, está aí algo interessante pra se trabalhar em cima, não acham?


0
Com certeza, pois será muito útil!!! <!-- s:D --><img src="{SMILIES_PATH}/icon_biggrin.gif" alt=":D" title="Very Happy" /><!-- s:D -->
22/10/2008 00:00


0
Estou com esse problema também, na verdade não é um problema, apostei no grails para um projeto razoavelmente grande e deu certo, agora queremos usar ele de base para outros projetos parecidos, meio que customizações desse projeto original, mas criar branches para isso não é o melhor caminho, a idéia é criar uma arquitetura realmente modular onde os plugins possam ser colocadas como uma especie de hotdeploy, uma interface onde se posso ativar e desativar os modulos que seriam desenvolvidos como plugins, talvez algo baseado em OSGI.

Alguém teve mais alguma idéia a respeito?
14/11/2008 00:00


0
Toda minha base reaproveitável está em Java, mesmo porque outros componentes não-Groovy usam ela.
Grails só pra tela mesmo.
28/11/2008 00:00


0
[quote=&quot;guigouz&quot;]Toda minha base reaproveitável está em Java, mesmo porque outros componentes não-Groovy usam ela.
Grails só pra tela mesmo.[/quote]

Eu tenho um projeto numa Empresa assim também, mas acho que no meu caso, e acredito que no seu também, se perde bastante, sendo que deixou de se usar o GORM, e ao me ver, é um dos grandes ponto forte do GRAILS
29/11/2008 00:00


0
O GORM funciona normalmente com JPA, é só colocar

import org.codehaus.groovy.grails.orm.hibernate.cfg.GrailsAnnotationConfiguration
dataSource &#123;
configClass = GrailsAnnotationConfiguration.class
(...)


No DataSource.groovy e acessar as classes anotadas normalmente!
29/11/2008 00:00


0
Ultimo post em 2008? E foi descontinuado. Alguém conseguiu?
19/09/2012 13:08



Ainda não faz parte da comunidade???

Para se registrar, clique aqui.


Aprenda Groovy e Grails com a Formação itexto!

Newsletter Semana Groovy

Assinar

Envie seu link!


Livro de Grails


/dev/All

Os melhores blogs de TI (e em português) em um único lugar!

 
Creative Commons
RSS Grails Brasil é mantido por itexto Consultoria.
Em caso de problemas contacte Henrique Lobo Weissmann (Kico) por e-mail: kico@itexto.com.br
Todo o conteúdo presente neste site adota o Creative Commons como licença padrão.
Ver: 4.14.0
itexto