atualizar grails netbeans
04/04/2012 13:47
0
Alguem sabe se é possível e como atualizar o grails do netbeans de 1.2 para o 2.0.3?
Tags: grails netbeans atualizar


1
Se não me engano, o Netbeans só ofereceu suporte decente até o Grails 1.2. Depois disto, o 1.3 funcionava por mera sorte.

E o 2.0, com esta interface nova, ainda não testei, pode ser que esteja falando bobagem, mas desconfio que não funcionaria direito.

Agora, nada impede de você usar apenas o editor de texto dele e, em outra janela, ter a ferramenta de linha de comando do Grails aberta. É o que eu faço, e costuma funcionar bem legal.


0
Olá, eu concordo com o Henrique. Sou muito novo nesta área, mas já percebi que é muito fácil trabalhar com algum editor de texto e Prompt de comando ou o terminal(caso seja linux). E ainda lhe facilitaria muito, para fazer os update das versões.
04/04/2012 21:03


0
Eu uso o SpringTools STS é estou satisfeito, na verdade ele é um eclipse cheio de plugins para funcionar com Groovy e Grails, é grátis, tem atendido, vi vídeos do IntelliJ e achei superior mas é pago, mas como diz o post do próprio Henrique Lobo, não sei até aonde é positivo essa ligação a IDE, mas o fato é que elas tem seus facilitadores, mas é importante entender como tudo funciona não apenas usar cegamente a IDE(não estou dizendo que é o seu caso) apenas comentando essa relação.

Em fim, acho válido dar uma olhadinha no SpringTools.
05/04/2012 17:26


0
Eu sei que muita gente fã de "Rails like" frameworks defebde que IDEs são "muletas" e tal... Mas uma IDE oferece coisas muitíssimo importantes num projeto grande.

Uma delas é a refatoração. No STS, por exemplo, se você renomeia uma closure num controlador, a IDE renomeia o arquivo GSP pra você. Se você renomeia o controlador, a IDE renomeia a pasta dos GSP pra você. Se você renomeia um atributo no controlador e este está sendo usado num GSP, a IDE retafora o(s) GSP(s) pra você.

Esses são apenas alguns do exemplos de facilidades que lembrei agora sem estar com a IDE aberta. E mais: os "autocompleters" ajudam muito s novatos. Ficar dando "alt+tab" pra olhar a documentação toda hora é bem menos produtivo do que um "ctrl+espaço" e olhar o que o javadoc diz pra você na hora.

Poderia ainda citar dezenas de benefícios de usar IDE, como clicar onde está o erro no console e a IDE te levar ao arquivo e à linha na hora, debug e todos os seus incríveis benefícios, etc etc etc.

Quanto ao Netbeans como IDE para Grails, infelizmente não evoluiram, apesar de ainda manterem essa funcionalidade na versão atual. Apesar de gostar MUITO do Netbeans, ele está milhares de léguas atrás do STS. No Netbeans sequer há autocomplete das taglibs nativas do Grails no GSPs...


0
Também estou utilizando o STS e não há nada do que reclamar...

Porém meus primeiros testes GRails foram Gedit + Console...

Como os amigos falam, evitar a facilidade da IDE, ajuda a entender o que se passa por trás de um comando.

Vou fazer uma comparação estranha, mas é o que realmente mais se assemelha (dentro do meu raio de conhecimento e memória nesse exato momento) ao que quero explicar.

Houve um tempo em que a seleção brasileira feminina de volei apanhava direto para a seleção cubana. Tinha uma cubana lá que se chamava Miréia Louis. Ela tinha no máximo 1,70 de altura, mas mulher quando pulava ia a quase 1 m acima da rede, o que tornava seus ataques quase que indefensáveis.

Certo dia em uma entrevista, ela contou que na verdade elas treinavam com a Rede na altura da modalidade masculina e com isso eram forçadas a pular cada vez mais alto. Quando a altura descia pra a da modalidade feminina, era fichinha pra elas.

Resumindo, deve ter sido difícil pra caramba logo que o técnico decidiu colocar a rede na altura da modalidade masculina (Console). Elas devem ter se machucado, devem ter errado pra caramba, mas depois que chegaram na hora de usar a altura da modalidade feminina (IDE) tudo deve ter ficado mais claro.

Enquanto isso a seleção feminina, que só treinava na altura da modalidade feminina, jogava bem, mas não ganhava uma das cubanas.

Resumindo: treinar com algo difícil, não quer dizer que fará você ter que jogar com esse algo, mas ajuda a forçar os limites e a evoluir as ideias.

Abs []
06/04/2012 19:25



Ainda não faz parte da comunidade???

Para se registrar, clique aqui.


Aprenda Groovy e Grails com a Formação itexto!

Newsletter Semana Groovy

Assinar

Envie seu link!


Livro de Grails


/dev/All

Os melhores blogs de TI (e em português) em um único lugar!

 
Creative Commons
RSS Grails Brasil é mantido por itexto Consultoria.
Em caso de problemas contacte Henrique Lobo Weissmann (Kico) por e-mail: kico@itexto.com.br
Todo o conteúdo presente neste site adota o Creative Commons como licença padrão.
Ver: 4.14.0
itexto