Pivotal deixará de financiar os projetos Groovy e Grails a partir de 31 de Março
19/01/2015 13:22
1
Visitando o blog da Pivoltal http://blog.pivotal.io/ me deparei com um post informando que a Pivoltal vai deixar de financiar os projetos Groovy e Grails.

Fonte: http://blog.pivotal.io/pivotal/news-2/groovy-2-4-and-grails-3-0-to-be-last-major-releases-under-pivotal-sponsorship

Comentários

Sim, é verdade.

Há dois lados nesta moeda. O negativo é óbvio e não precisamos falar aqui.

Já o positivo é a saída da Pivotal. Ela simplesmente não cuidava bem da comunidade.

* Matou os fórums de Groovy e Grails que hospedava nos redirecionando para o Stack Overflow
* Não respondiam e-mails ou redes sociais. Tentei por anos entrar em contato com estes caras e nunca me responderam.
* Pagavam o pessoal que investia em Groovy e Grails, mas não ia além disto. Não divulgavam a tecnologia nem nada.

O que acho estranhíssimo é que no Spring 4 houve a inclusão de um suporte muito maior para o Groovy. Esta é a peça do quebra cabeça que ainda não consegui encaixar.

Sinceramente, acredito que a saída da Pivotal abra as portas para o Grails 3.0 e um patrocinador melhor. Mais que isto, é também a possibilidade de nós, comunidade brasileira, mostrarmos nossa cara, pois eles simplesmente nos ignoravam.


Quando li a noticia pensei no Spring 4 também.. é o que me veio a cabeça foi que essa decisão foi tomada de uma hora pra outra, sem ter um certo planejamento.
Agora quando ao futuro do Grails eu acho meio duvidoso.. tomara que encontre logo um novo patrocinador.. e que venha a versão 3.
Kico depois desta noticia você arriscaria iniciar um novo projeto em Grails ou esperaria um tempo pra ver qual vai ser o futuro do Grails?
19/01/2015 17:11


Kico, você que já conhece Grails a um bom tempo e a comunidade lá fora no geral.

Tem algum risco de ninguém pegar o projeto para tocar?
19/01/2015 17:14


Pertinente essa pergunta do Leandro Krukoski, sobre quem poderia assumir o projeto. O que tu acha, Kico?

Por outro lado, que essa nova empresa foque naquilo que discutimos em um tópico: publicidade, pq a Pivotal nunca se importou em divulgar os pontos fortes da linguagem/framework.


Creio que em março será o momento que irá consolidar o Grails ou não. Agora é a hora da comunidade livre dar suporte para a tecnologia. De certa forma esta notícia me assustou, porém um dos desenvolvedores do Grails (Graemer Rocher) escreveu um post em seu blog (http://grails.io/post/108534902333/the-future-of-groovy-grails-sponsorship) otimista e me aliviou um pouco.

Como o Kico disse, agora é o momento da comunidade brasileira interagir mais...
20/01/2015 00:24


Bom, vamos lá.

Primeira coisa a se lembrar é que Grails já existia antes da Pivotal e vai continuar existindo depois também. A comunidade é muito maior que a Pivotal, e quando digo maior, quero dizer MUITO maior. Pra começar, se vocês forem olhar a quantidade de empresas lá fora que usam Grails já dá para acabar de vez com esta idéia de que "sem Pivotal Grails tá morto".

Vai aparecer um patrocinador? Com certeza, e sinceramente espero que não apenas um, como era antes com a Pivotal, mas sim vários. Já vejo inclusive alguns como Netflix, Oracle, Gradleware, Sky, Wired e tantas outras, basta procurar. Isto sem mencionar o imenso ecossistema que existe hoje com plugins e tantos desenvolvedores espalhados pelo mundo. Não são poucos.

Com relação ao Groovy, a situação é ainda melhor. Basta lembrar que é a SEGUNDA linguagem mais usada dentro da JVM e que possuí um ecossistema gigantesco ao seu redor. Se você usa iReport, por exemplo, sabem qual a linguagem por trás das expressões? Groovy. E se forem fazer uma pesquisa por dependências Maven, ficarão ainda mais impressionados com o quão difundida ela é.

Vale à pena lembrar como era o Grails ANTES da Pivotal. Não sei se vocês se lembram da G2One. Eu sim, foi a empresa que começou tudo isto e que lançou o framework. Enquanto uma entidade independente (sem SpringSource e sem Pivotal) foram os anos que o framework mais cresceu. Sinceramente, vejo a saída da Pivotal como um bom sinal. Pra finalizar, uma história minha com esta empresa.

Por muitos anos fiquei escrevendo para lá pedindo suporte para a comunidade brasileira. Afinal de contas, somos quase 2100 membros aqui no Grails Brasil, e o primeiro livro escrito em português sobre Spring foi meu, isto sem mencionar artigos em revistas e diversos sites, incluindo meu blog. Bem: eu sempre enviava e-mail para o endereço que estava no site, afinal de contas, é o correto né?

Bom: lancei meu livro sobre Spring e ninguém me respondia. Então comecei a usar o Twitter para me manifestar. Pelo Linkedin uma pessoa de lá entoru em contato comigo. Sabem o que descobri? Ninguém usava aquele endereço de e-mail. Este é o respeito que a Pivotal tinha pela comunidade Spring E Groovy. Reparem no que eles fizeram com os fórums de Spring: mataram.

Então, sinceramente, vejo como uma boa notícia a saída desta empresa. É a nossa chance enquanto brasileiros de mostrarmos quem somos, a qualidade do nosso trabalho e botar pra quebrar sem que haja um intermediário incompetente para nos atrapalhar.

Estão comigo?


Expus minha visão da situação no meu blog para quem se interessar: http://www.itexto.net/devkico/?p=2116


Kico, obrigado pela resposta!

Fiquei mais tranquilo com relação a evolução do Grails, li seu post e os links e deu para perceber bem a dimensão da comunidade, e com certeza podemos evoluir muito com essa mudança.

Até achei um código fonte de uma aplicação da Netflix feita com o Grails. Se alguém quiser dar uma olhada o link é https://github.com/Netflix/asgard


22/01/2015 20:49


 

Aprenda Groovy e Grails com a Formação itexto!

Newsletter Semana Groovy

Assinar

Envie seu link!


Livro de Grails


/dev/All

Os melhores blogs de TI (e em português) em um único lugar!

 
Creative Commons
RSS Grails Brasil é mantido por itexto Consultoria.
Em caso de problemas contacte Henrique Lobo Weissmann (Kico) por e-mail: kico@itexto.com.br
Todo o conteúdo presente neste site adota o Creative Commons como licença padrão.
Ver: 4.14.0
itexto